RSS

O OBREIRO CRISTÃO

25 mar

O obreiro cristão normal precisa possuir estas características: diligente, estável, cheio de amor aos seus semelhantes, bom ouvinte, comedido nas palavras, objetivo, capaz de disciplinar o próprio corpo, disposto a sofrer, fiel em questões financeiras e leal à verdade.

1)     Diligente

O obreiro cristão normal possui qualificações para o serviço cristão tais como: disposição na conduta a fim de estar preparado para o serviço cristão.

Existem características em que ninguém pode ser um obreiro satisfeito, tornando-se necessário, um processo de modelamento, a fim de que o Senhor possa obter obreiros que satisfaçam exigências e sejam vitoriosos.

Os apóstolos foram diligentes à obra do Senhor, sem preguiça, viajando, pregando o evangelho até mesmo foram lançados numa prisão, pregavam1 para todos sem acepção de pessoas, eles ministravam riquezas espirituais escritas na prisão. Suas cartas.

A diligência é essencial para o serviço do Senhor. O que nós precisamos é de uma transformação radical em nossa constituição mental emocional.

A diligência elimina a ociosidade, a diligência é combativel pelo estado positivo da diligência.

2) Estável

A estabilidade é uma qualidade que deve existir nos obreiros, é uma pena que nas igrejas  existam crentes que não tem estabilidade nenhuma.

Pedro, na Bíblia, foi um homem instável, e como Pedro, existem Pedros em nosso meio. Mas Deus transforma a sua vida em Pedro = Rocha.

A estrutura da igreja depende do seu alicerce, a estabilidade é uma característica necessária de todo obreiro, pois cada um é uma pedra que vive, e todos nós somos a Igreja de Cristo para construir casa espiritual.

3)     Cheio de amor a seu semelhante

O amor entre irmãos é fundamental na vida de todo obreiro cristão. Não devemos aborrecer ou desprezar ninguém, se nós fazemos isto, estaremos aborrecendo a Deus.

Uma dificuldade em muitos obreiros é a falta de amor e estima pelas vidas. Que o nosso amor inclua a todos os homens e todas as vidas são preciosas para Deus.

Cristo se importou com toda a humanidade, e muitas vezes, nós só interessamos por indivíduos selecionados!

Devo amar e valorizar toda alma humana, porque o preço pago na cruz para o resgate e salvação foi o mesmo para toda a humanidade.

Se nós desprezamos qualquer vida, estaremos sendo indignos de permanecer no serviço de Deus, porquanto seus trabalhadores são servos dos homens que tem por motivo de alegria o podermos servi-lo.

4) Bom ouvinte

Outra característica que encontramos no obreiro é saber ouvir suas ovelhas, resolvendo problemas do ministério.

Qualquer pessoa que queira servir ao Senhor, deve adquirir o hábito de saber ouvir com amor, com atenção e sempre mostrando interesse pelos problemas das ovelhas. O obreiro cristão normal deve ser capaz de discernir três tipos de linguagem do ser humano:

a)     Palavras que ele está proferindo, falando.

b)     Palavras que ele não pode proferir e estão no profundo de seu espírito.

c)      Palavras que ele está reservando só para si.

Uma coisa, que devemos evitar, é a subjetividade. A subjetividade é uma das razões onde muitas pessoas são más ouvintes.

Há uma idéia errônea entre obreiros cristãos, pensar que o essencial e básico é que sejam capazes de falar. Nada mais longe da realidade! Para sermos obreiros eficazes precisamos de clareza espiritual; necessitamos de discernimento acerca das condições de todos quantos procuram a nossa ajuda; necessitamos de tranqüilidade mental para que ouçamos cada caso e precisamos de sossego de espírito para que possamos servir a verdadeira condições além daquilo que desvendamos e discernimos.

5) Comedido nas palavras

Por falta de comedimento nas palavras, a causa de muitos obreiros não tem sido completa em seu ministério. Existem obreiros que não tem nenhuma ética trazendo problemas sérios para seu ministério.

Muitas vezes o obreiro fala sem menor cautela a respeito de questões possíveis, como pode ser usado na obra?

Existem particularidades na questão do falar, e que temos que observar. Quando gostamos de ouvir certas conversas isso indica o tipo de pessoa que somos nós e isso acontece que muitas pessoas não confiarem porque não somos do tipo que corresponderia a pessoa. Devemos notar que quando ouvimos os relatos que são transmitidos, temos o hábito de passar para frente e isso vira uma confusão no final, gerando muitas vezes fofocas, que podem levar até membros saírem do ministério.

Quando a nossa boca fica debaixo do controle restrito, e deixa de liberar o que causa dano na obra do Senhor, Ele nos abençoa grandemente em nosso ministério, contribuindo para nossa edificação não colocando em risco o ministério que Deus nos deu.

6) Objetivo

Outro defeito de caráter na vida de muitos obreiros é a subjetividade, é que a pessoa acha que não precisa aprender, a pessoa acha que sabe demais, e não precisa aprender mais nada. É trágico, se alguém acha que sabe demais, como alguém vai crescer em seu ministério? Já sabe tudo.

O segredo ao progresso espiritual é a receptividade para com Deus, por que abrir a franqueza do nosso coração, para que as impressões divinas possam chegar até nós. A incapacidade de receber oração é uma das conseqüências do estado subjetivo, pois a subjetividade cerra o nosso ser para Deus.

7) Capaz de disciplinar o próprio corpo

O obreiro cristão tem que ter capacidade para dominar o próprio corpo nas questões, que o nosso corpo necessita de descanso, exige repouso, sono. Deus dividiu tudo, a fim de prover ao homem, não devemos exceder daquilo que o nosso corpo não agüenta.

O Senhor é o criador do corpo, Ele criou o corpo para ser o nosso servo, e não nosso Senhor, enquanto essa verdade não for bem estabelecida não poderemos servi-lo como convém.

8) Disposto a sofrer

O obreiro cristão deve estar preparado para o sofrimento, uma vez que todos nós cristãos, passamos provações e sofrimentos por causa do evangelho. Isto é necessário em nossas vidas para o nosso crescimento espiritual e fortalecimento de nossa fé em Cristo.

Mas na verdade, o que tem acontecido com muitos crentes, quando tudo está na bênção, para ele está tudo maravilhoso, mas quando vem as provas e lutas parece que nem é um verdadeiro cristão.

Uma das dificuldades que com grande freqüência nos confronta no trabalho quando os recursos estão acabando, parece que o Senhor deixou inadequadas e decidimos, que não podemos continuar, o cristão não deve desanimar uma vez que temos que confiar que o Senhor vai mandar recursos para a sua obra.

9) Fiel em questões financeiras

Um problema sério na vida de muitos obreiros é a questão do dinheiro. Tem muitos obreiros que não tem levado esta questão a sério. O orçamento familiar.

Todo obreiro cristão que ainda não resolveu em sua vida a questão financeira, corre o perigo de se desviar em busca de riquezas. O obreiro tem que tomar muito cuidado, porque se na igreja seu salário muitas vezes não é compensador ele cresce o olho muitas vezes em emprego secular, sem equilíbrio e orientação.

A cobiça é um problema que exige tratamento, portanto se resolveremos de maneira radical, se cair em dificuldade mais cedo ou mais tarde. Temos que ter firmeza no Senhor para nos equilibrarmos financeiramente.

10) Leal à verdade

Todo obreiro cristão deve dar prioridade a esta questão, temos a tendência de ignorar a verdade, quando ela entra em conflito com os nossos interesses pessoais, se enfrentamos algum dilema que atinge nossa família ou um amigo íntimo, quão prontamente alteramos a nossa convicção, a fim de nos livrarmos de uma situação que irá nos deixar envolvidos.

Não devemos esquecer que na obra do Senhor não existe lugar para nossas atitudes egoístas. Temos que submeter a obra de Cristo com humildade de coração para sermos vitoriosos em Cristo Jesus.  Amém.

CONCLUSÃO:

O obreiro cristão normal tem a visão de mais seriedade, que as coisas de Deus são mais sérias que se imagina. Aprendi como comportar e exercer o ministério com mais responsabilidade, encarando com maturidade os desafios do dia-dia para o meu crescimento espiritual e para minha contribuição no ministério de Cristo nesta terra. Deus nos ajude a ser exemplo para a igreja do Senhor e o mundo que vivemos para ser sal e luz.

BIBLIOGRAFIA

(O obreiro cristão normal, Watchman Nee – Editora Betânia)

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 25/03/2011 em MENSAGENS

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: