RSS

CHANUKÁH

06 set

HANUKÁ

(João 10:22-23)

25 de dezembro – Natal ou Hanuká?

Hanuká é a festa das luzes, da dedicação.

Antes de falar exatamente sobre Hanuká, quero falar um pouco sobre o natal pagão. A palavra natal significa dia do nascimento ou de aniversário de um nascimento.

Não há evidências Bíblicas que Jesus nasceu no dia 25 de Dezembro. A Bíblia e a história não nos fornecem nenhuma base para a comemoração do natal de Cristo no dia 25 de dezembro ou de que tal acontecimento fosse celebrado durante os tempos apostólicos ou imediatamente depois.

Por exemplo, Lucas registra que os pastores estavam guardando suas ovelhas no campo quando Jesus nasceu. “E ela (Maria) deu à Luz o seu Filho Primogênito, e enrolou ele em panos, e o colocou dentro de uma manjedoura, pois não havia quarto para eles”. “Ora havia no mesmo país pastores fora nos campos, guardando e vigiando suas ovelhas à noite” (Lucas 2.7-8).

Na data de Dezembro na Judéia faz frio e é uma estação chuvosa. Os pastores atualmente guardam os seus frágeis rebanhos no campo aberto no mês frio de Dezembro à noite? Não tem responsabilidade o pastor que sujeita as suas ovelhas aos elementos do tempo nesta época do ano quando faz frio, chove e ocasionalmente cai neve.

“O clima da Palestina não é considerado tão severo como, por exemplo, o da Inglaterra, mas é considerável o dia quente e a noite fria de Dezembro a Fevereiro, e não é costume dos pastores da Judéia guardar suas ovelhas em campos abertos no fim do mês de Outubro em diante”.

Crer que Jesus nasceu no dia 25 de Dezembro ou perto desta data, não tem base em fatos, apesar de que 2 bilhões de cristãos no mundo aceitam isto sem questionar. Como disse o famoso escritor George Bernard Shaw, “se 502 milhões de pessoas crêem em uma coisa tola, ela ainda continua sendo uma coisa tola”.

Jesus nunca ensinou aos Seus Apóstolos a guardar o dia do Natal, e nem eles (os Apóstolos) ensinaram a Igreja a fazer isso.

Seu inicio e origem teve inicio surgiu na antiga Babilônia de Ninrode! O nome Ninrode, em hebraico, deriva de “Marad” que significa “ele se rebelou, rebelde”. Ninrode era tão perverso que se diz que se casou com sua mãe, cujo nome era Semíramis. Depois de sua morte prematura, sua mãe-esposa propagou a doutrina maligna da sobrevivência de Ninrode como um ente espiritual. Ela alegava que um grande pinheiro havia crescido da noite para o dia, de um pedaço de árvore morta, que simbolizava o desabrochar da morte de Ninrode para uma nova vida. Todo ano, no aniversário de nascimento ela alegava que Ninrode visitava a árvore “sempre viva” e deixava presentes nela. O dia de aniversário de Ninrode era 25 de dezembro, esta era a verdadeira origem da “Árvore de Natal”! Semíramis converteu-se na “Rainha do Céu” dos babilônicos, e Ninrode filho de Baal: o deus-sol. No Egito sempre se acreditava que o filho de Isis (nome egípcio da “Rainha do Céu”) nascera em 25 de dezembro.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 06/09/2008 em FESTAS BÍBLICAS

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: