RSS

MOBILIZANDO JOVENS E ADOLESCENTES PARA MISSÕES

07 nov

“Herança do Senhor são os filhos, o fruto do ventre, seu galardão. Como flechas na mão do guerreiro, assim os filhos da juventude…” (Sl. 127:3-5)

No ano de 1997, com a minha primeira vinda a Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, tive a oportunidade de conhecer e de ministrar uma palavra há alguns jovens e adolescentes que estavam sendo treinados na base da Missão Horizontes para fazer missões. Confesso que fui muito edificado com aquela experiência, e nunca mais esqueci aquela cena, ficou marcada em minha mente e em meu coração.

Dois anos depois, retornando a Bolívia e tendo algumas experiências no campo missionário, senti um ardente desejo de escrever um pouco sobre jovens e adolescentes se envolvendo com missões. Lí por duas vezes em material diferente, um relato da história de “O Pequeno Lama Brasileiro”, você já deve ter ouvido algo sobre isso. O relato chamou intensamente minha atenção. Michel Rimpoche é o seu nome, um adolescente paulistano que foi orientado pelos seus pais a se entregar inteiramente à causa religiosa budista. Inclusive, ele é primo em segundo grau do reverendo Elben Lenz César fundadoe e diretor da revista Ultimato, muito conhecida no Brasil. A mãe de Michel, Isabel, foi criada em uma igreja Presbiteriana e o pai, Daniel, foi criado numa familia de judeus.

Aos oito anos, os pais o levaram para visitar o monastério budista de Sera Me pela primeira vez. Aos treze, o adolescente foi orientado e enviado a Sera Me, no Estado de Karnataka, no sul da Índia. Em julho de 1994, foi entronado no Monastério de Taschi Lumpo, no Nepal, com o título de “Lama Michel Rimpoche”. “Lama” é um dos títulos dados a quem deseja ser monge budista. O paulistano Michel deixou a vida de patins, videogame, computador, televisão e aulas de inglês no Brasil para viver na Índia onde prefere filosofia, meditação e mantras. Orientado pela mãe, aos quatorze anos, Michel escreveu o livro: Uma Jovem Idéia de Paz, Conversa com o Lama Michel Rimpoche. Trata-se de uma propaganda aberta e militante do budismo no Brasil. Provavelmente Michel seja o adolescente religioso mais conhecido do povo brasileiro. Ele participou de vários programas e televisão e teve sua história registrada em vários jornais e revistas. O budismo é a religião que mais cresce e investe nas crianças e adolescentes.

O objetivo do mestre de Michel, Lama S. Ganshen Tulka é de que o Lama Michel seja um embaixador do budismo no Ocidente.

Sua avó materna, Elisa, enviou a ele uma Bíblia Sagrada e em agosto de 1996 recebeu um cartão postal no qual Michel agradece o presente e diz que já havia lido mais de 100 páginas da Palavra de Deus. Creio que precisamos orar por esse jovem para que o Espírito Santo lhe abra o entendimento  para compreender as Sagradas Escrituras e para que Michel venha a conhecer e experimentar Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador.

No texto acima citado, vejo o propósito de Deus para os jovens e adolescentes. Os filhos são como flechas, e eles podem ir mais longe do que muitas vezes pensamos. Temos muitos exemplos bíblicos de pessoas que Deus usou para cumprir o Seu propósito na terra quando ainda eram muito jovens. Samuel foi dedicado ao Senhor quando ainda era criança (I Sm. 1:24). Joaquim tinha 8 anos  quando começou a reinar (II Cr. 36:9). Manassés tinha 12 anos quando começou a reinar (II Rs. 21:1). Azarias tinha 16 anos quando começou a reinar (II Rs. 15:1-2). Joaquim tinha 18 anos quando começou a reinar sobre Jerusalém (II Rs. 24:8). Jesus quando completou 12 anos foi ao Templo e sentou no meio dos doutores e ouvindo-os os interrogavam. E todos os que o ouviam se admiravam da sua inteligência e das suas respostas (Lc. 2:42-47).

A primeira vez que abri um exemplar da revista Cristã, muito conhecida e divulgada em Minas Gerais, fiquei maravilhado quando li um artigo de uma jovem, filha do diretor da revista (como faz a cada exemplar), escrevendo uma mensagem sempre voltada para os adolescentes.

Creio que há possibilidade de conscientizar, recrutar, mobilizar e treinar jovens e adolescentes para missões transculturais. Os ministérios em geral precisam dar “algo mais” aos jovens e adolescentes, porque o grande número de pessoas que se desvia dos caminhos de Cristo são exatamente esses jovens e adolescentes. Durante a fase da vida dos 13 aos 19 anos é que acontecem as maiores mudanças no corpo e na mente das pessoas. E nunca na história desses jovens e adolescentes, eles tiveram tanto tempo livre e até mesmo algum dinheirinho para gastar. Eles poderão investir suas vidas e seu “troquinho” na Obra Missionária. Existem muitas vantagens de trabalhar com esses jovens e adolescentes. A maior, é que quanto mais cedo começar o treinamento, melhor, pois eles estão mais abertos a absorver o conhecimento. Jovens e adolescentes parecem não ter limites, estão em processo de descoberta do mundo, conhecendo coisas novas e tentando se encontrar neste contexto de vida. Eles devem ser preparados para serem ousados e intrépidos, e assim irão ter um papel preponderante no mundo. Serão preparados para serem os profetas das nações. Eles serão preparados para ajudar as igrejas a reposicionarem sua visão e seus valores dentro da visão do Senhor.

Todo jovem e adolescente busca conviver em grupos e turmas, seja na escola ou nas ruas nos seus bairros. Eles não possuem idéias totalmente formadas e é justamente aí que os líderes devem trabalhar com eles com respeito a Deus e principalmente com o desafio de missões. Os jovens e adolescentes tem uma mente limpa para receber novos paradigmas. Esta é a melhor oportunidade que eles tem para desenvolverem novas amizades. Devemos fazer com que o evangelho seja transformador na vida de nossa juventude e de nossos adolescentes. Vemos que dificilmente as igrejas estimulam seus jovens e adolescentes a se dedicarem à causa missionária. A maioria dos pastores não investe na formação missionária desta faixa etária e também das crianças. A Palavra de Deus em Provérbios 22:6 diz: “Instrua a criança segundo os objetivos que você tem para ela, e mesmo com o passar dos anos não se desviará dele”. O segredo é despertar o espírito missionário das crianças, fazendo com que elas possam ajudar outras crianças a conhecer Jesus e seus ensinamentos. Somente assim veremos no futuro mais pessoas se candidatando para missões transculturais que levam consigo a experiência de uma vida inteira. É durante esse tempo que eles precisam ter a oportunidade de aprender a tomar a decisão de servir melhor ao Senhor.

Me lembro de um testemunho que ouvi que abençoou muito a minha vida e que jamais me esqueci, em dos congressos de missões que participei há uns tempos atrás, de uma criança de apenas 8 anos de idade, que no momento do levantamento das ofertas missionárias, ela não tendo como ofertar e tendo ficado sensibilizado com os testemunhos missionários, entrou dentro do cesto de ofertas ofertando sua própria vida para missões. Não existe limite mínimo de idade para que uma pessoa possa ser usada por Deus. “Ora veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Antes que eu te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da madre te santifiquei; às nações te dei por profeta. Então disse eu: Ah, Senhor Deus! Eis que não sei falar; porque sou um menino. Mas o Senhor me respondeu: Não digas: Eu sou um menino; porque a todos a quem eu te enviar, irás; e tudo quanto te mandar dirás”. (Jeremias 1:4-7)

Vou mencionar duas pessoas importantes na vida dos cristãos: Um é o americano Loren Cunningham era pouco mais do que um adolescente quando teve uma visão: ondas de jovens que atravessavam continentes, anunciando o Evangelho. Ele entendeu aquilo como um chamado de Deus e começou a trabalhar pelo seu sonho. Assim nasceu a Organização Jovens com Uma Missão (JOCUM), uma das maiores missões do mundo. O próprio nome já indica que seu foco primário eram os jovens e adolescentes. E o outro é o tradutor da Bíblia mais conhecido no seio evangélico, João Ferreira de Almeida, ele foi um instrumento precioso nas mãos de Deus. Ele nasceu em 1628, na cidade portuguesa de Torre de Tavares. Era filho de pais católicos, e muito jovem mudou-se para a Holanda, onde foi morar com um tio. Aos 14 anos, em 1642, João aceitou a fé evangélica na Igreja Reformada Holandesa. Já em 1644, com somente 16 anos  de idade, Almeida inicia uma tradução dos Evangelhos e dos Atos dos Apóstolos do espanhól para o português. Mesmo copiados à mão, rapidamente, eles foram espalhados pelas diversas comunidades dominadas pelos portugueses. No ano de 1645, a tradução de todo Novo Testamento foi concluída; mas somente seria editada em 1681, em Amsterdã. Hoje, graças a dedicação de João Ferreira de Almeida temos toda a Bíblia traduzida para o português.

Nós como líderes, devemos enfatizar diversas áreas como esportes, línguas, culturas, e ajudar na formação intelectual, emocional, sentimental e espiritual de nossos jovens e adolescentes, são assuntos de seu interesse. Devemos incluir missões em tudo isso e eles se sentirão úteis. Não podemos deixá-los sem uma atividade missionária. Se eles encarnarem esse desafio teremos muitos frutos para a glória de Deus.

Bispo Hermes da Gama (Texto adaptado)

About these ads
 
3 Comentários

Publicado por em 07/11/2009 em MENSAGENS

 

3 Respostas para “MOBILIZANDO JOVENS E ADOLESCENTES PARA MISSÕES

  1. pedro paulo

    01/03/2010 at 16:01

    gostaria de falar sobre missoes esse ano na festividade dos meus adolescentes,me mande ideias, tema ,etc…

     
    • tiago

      03/06/2010 at 22:11

      TENHO UM TEMA ESPECIFICO : <<<>>ULTRAPASSANDO FRONTEIRA,,,<<<<
      UM ADOLESCENTE CHEIO DO PODER.
      NAO VIEMOS A ESTE MUNDO PARA SER ATRIZ OU ESTRELAS, VIEMOS PARA ADORAR AO SENHOR EM ESPIRITO E EM VERDADE
      NOS ULTIMOS DIAS ME ADORARÃO ASSIM DIZ O SENHOR; EM ESPIRITO E EM VERDADE OS ADOSLECENTE TEM QUE ENTENDER ISSO AMEM.

       
  2. tiago

    03/06/2010 at 22:03

    uma palavra impctante DEUS ABENÇOE
    Propósito Geral: Evangelístico

    Tema Específico: As loucuras do materialismo.

    Afirmação Teológica:
    Uma das maiores verdades deste texto bíblico é a seguinte:

    OS VERDADEIROS LOUCOS SÃO AQUELES QUE CONFIAM NOS SEUS BENS MATERIAIS.

    - Jesus chamou de louco este homem da história, por causa das suas loucuras. Aos olhos de Jesus…

    1. É LOUCURA SER MATERIALISTA – vs 16.
    Este homem só se preocupou em ajuntar bens materiais.
    Esqueceu-se dos demais aspectos da existência humana: físico, intelectual, afetivo e espiritual.

    FELICIDADE É SER RICO EM TODAS AS ÁREAS DA VIDA.
    FELICIDADE É SER RICO AOS OLHOS DE DEUS.

    2. É LOUCURA SER EGOÍSTA – vs 17-18.
    Este homem só se preocupou consigo mesmo.
    Queria juntar tudo para ele.
    Esqueceu-se daqueles que sofrem, passam fome, necessidades, humilhações.
    Esqueceu-se que a oração do Pai Nosso nos ensina que o pão de cada dia é NOSSO – Mt 6.11.

    FELICIDADE É PODER AJUDAR ALGUÉM (Melhor é dar do que receber)
    FELICIDADE É SER RICO AOS OLHOS DE DEUS.

    3. É LOUCURA ACREDITAR QUE RIQUEZA TRAZ FELICIDADE – vs 19.
    Dinheiro não traz nem manda buscar felicidade.
    Este homem só se preocupou com as grandes conquistas, esqueceu-se que a felicidade pode ser encontrada em coisas que são quase de graça, pequenas coisas como: rolar na grama com uma criança, comer pipoca com os amigos, dar risada, ver o pôr do sol, andar de bicicleta, acampar, pescar com os filhos, andar de mãos dadas com a esposa, etc.

    FELICIDADE É SABER DAR VALOR ÀS PEQUENAS ALEGRIAS DA VIDA
    FELICIDADE É SER RICO AOS OLHOS DE DEUS.

    4. É LOUCURA VIVER DESPREPARADO PARA MORRER – vs. 20
    Este homem só se preocupou com esta vida.
    Esqueceu-se da vida eterna.
    Estava despreparado para morrer.

    FELICIDADE É NÃO TER MEDO DO PÓS-MORTE
    FELICIDADE É SER RICO AOS OLHOS DE DEUS.

    Conclusão
    É loucura ser materialista, egoísta, acreditar que riqueza traz felicidade e viver despreparado para morrer.

    FELICIDADE É SER RICO EM TODAS AS ÁREAS DA VIDA.
    FELICIDADE É PODER AJUDAR ALGUÉM
    FELICIDADE É SABER DAR VALOR ÀS PEQUENAS ALEGRIAS DA VIDA
    FELICIDADE É NÃO TER MEDO DO PÓS-MORTE

    FELICIDADE É SER RICO AOS OLHOS DE DEUS

    Autor: Pr Franco

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 78 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: